Transformador de Separação

PrincipalPara existir um Sistema IT é necessário que cada local (médico, sala, zona, etc) seja alimentado por um transformador de separação. O transformador de separação exerce a função de separar a energia dos equipamentos supervisionados da energia destinada aos demais equipamentos.

Sem transformador de separação, não há esquema IT e, consequentemente, não há garantia de supervisão do isolamento.

Os transformadores de Separação devem ser instalados o mais próximo possível do local médico supervisionado, ou no seu interior, e devem ser dispostos em cubículos ou invólucros, de modo a evitar contato acidental com partes vivas.

 

OS TRANSFORMADORES DE SEPARAÇÃO RDI BENDER:

Os transformadores de separação produzidos por RDI BENDER são totalmente nacionais, fabricados, testados e certificados conforme exigências da IEC 61558-2-15 e especificações complementares da ABNT NBR 13534.

Todo transformador deve ser monofásico e com potência máxima de 10kVA. Isto significa que se no ambiente forem instalados equipamentos 127V e 220V é exigido um transformador de separação para cada tensão.

Além disso, para que a potência máxima não seja ultrapassada (por exemplo, pela conexão de equipamentos não previstos para o local), exige-se que o transformador de separação seja provido com um sistema de monitoração de sobrecarga e elevação de temperatura.

 

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E DIFERENCIAIS DO TRANSFORMADOR RDI BENDER:

Conforme item bb do parágrafo 5.1.3.1.5 da NBR 13534, seguindo as normas internacionais IEC742 (norma referente ao método de construção) e IEC61558-2-15 (norma referente ao método de ensaios de testes), o transformador para Sistema IT Médico deve ser de Separação.

Os Transformadores de Separação RDI BENDER possuem:

  • Tensão primária nominal monofásica: 1 ou 2 fases em 380V ou 220V
  • Tensão secundária nominal bifásico: 2 x fases em 220V ou 127V entre fases
  • Nível de isolamento diéletrico primário / secundário: 1,2KV aplicada 5KV durante 1 minuto
  • Nível de isolamento entre fases e entre terra: > que 5 Mega Ohms
  • Frequência indústria de operação: 60Hz
  • Seção dos condutores dos enrolamentos com densidade de corrente menor 2A por mm2
  • Elevação de temperatura: 80ºC no ponto mais quente dos enrolamentos
  • Classe de material isolante: “H” reforçado que suporta temperaturas de 180ºC
  • Corrente de fuga entre primário e secundário, medida conforme diagrama (figuras 101 e 102) da IEC61558-2-15 < que 3 milliampers
  • Sob primeira falta a terra a corrente de fuga à terra no secundário e a corrente de fuga do invólucro, não devem exceder 0,5mA, conforme NBR13534
  • Blindagem eletrostática aterrada entre os enrolamentos prim./ secund.

 

CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS E ACESSÓRIOS ESPECIAIS:  

  • Invólucro de proteção em aço com flange de proteção nos terminais de primário e secundário instalados na mesma lateral, garantindo maior grau de proteção IP-21
  • 01 ponto de aterramentos com terminal para terra na base inferior do transformador para cabo
  • Base em viga tipo “C” para fixação em piso por parafusos chumbados
  • 2 x Ganchos tipo olhais para suspensão
  • Pintura eletrostática na cor de acabamento cinza N 6.5
  • Placa de identificação em alumínio com as características do transformador conforme normas
  • Bobinas de Alta tensão e Baixa tensão enroladas com cobre eletrolítico com purezas superior a 99,9% de IAC
  • Núcleo constituído de chapa de aço silício orientado M-5 Grão Orientado