Data Centers

O PROCESSAMENTO E O ARMAZENAMENTO DE DADOS DEVE CONTAR COM UMA REAL SEGURANÇA ELÉTRICA

 

A indústria de CPD precisa estar sempre atenta à exposição a riscos elétricos.

A parada inesperada nos data centers de bancos, operadoras de cartões, companhias aéreas e e-commerces é capaz de gerar custos elevadíssimos, sem contar o seu potencial danoso. Esses locais não podem ficar desamparados e sem uma supervisão de seus circuitos elétricos.

A eletricidade em data centers é um ponto crucial. Além de terem um alto consumo (de 50% a 90% da energia é destinada para servidores e climatização), os data centers necessitam de elevada disponibilidade e qualidade da energia que os abastece, ou seja, não pode haver falta ou flutuações de correntes.

No entanto, quanto maior a demanda de energia, maior também é a possibilidade de sobrecarga, o que coloca os data centers em uma categoria de alto risco para falhas elétricas.

Em virtude disso, para os data centers, existe uma limitação de 80% de utilização da taxa de interrupção de carga. Como controlar essa limitação? É necessário um sistema eficiente de supervisão, sem o qual essa taxa geralmente é ultrapassada, aumentado a possibilidade de um acidente elétrico.

Para isso, RDI BENDER possui equipamento específico, denominado DSCR, capaz de supervisionar os circuitos e comunicar, com antecedência, caso o limite de 80% seja ultrapassado.  A supervisão impede também que uma falta de isolamento, uma baixa resistência ou um princípio de incêndio venham a ocorrer inesperadamente.